Ícone acessibilidade

Acessibilidade

2 de fevereiro de 2023

Artigos

Grupo Boticário e Einstein fazem parceria de inovação na área de bem-estar da mulher

PhD selecionado realizará pesquisa translacional sobre possíveis impactos de métodos contraceptivos no olfato feminino; inscrições vão até 10 de março.

O Einstein e o Grupo Boticário lançam, neste mês , o Edital “Grupo Boticário: Estudo da Relação do Olfato Feminino e Contraceptivos”, projeto que vai selecionar um aluno PhD para realizar estudo que mapeie se o uso de anticoncepcionais hormonais e outros diferentes métodos podem impactar o olfato da mulher. A parceria se dá por meio do Programa Einstein de Inovação em Biotecnologia, lançado em junho do ano passado pela organização com o objetivo de fomentar pesquisas translacionais em biotecnologia e desenvolver novos produtos, em parceria com o Centro de Pesquisa do Olfato (CPO) do Grupo Boticário inaugurado em dezembro de 2021.

Quem for selecionado irá conduzir o estudo ao longo de 12 meses na Eretz.bio Biotech, que fica sediada no Centro de Ensino e Pesquisa Albert Einstein – Campus Cecília e Abram Szajman, em São Paulo, contando com apoio dos especialistas e da estrutura do Einstein e com suporte do time do Grupo Boticário.

“O Brasil é um país que tem um potencial enorme em Biotecnologia aplicada à saúde e, agora, nosso Programa ganha um parceiro importante como Grupo Boticário. Essa aliança representará um catalisador para as possibilidades da biotecnologia no setor voltado ao bem-estar e saúde da mulher”, afirma Rodrigo Demarch, diretor de Inovação do Einstein.

A parceria, segundo o Grupo Boticário, irá fomentar e difundir conhecimento sobre o olfato para além dos desdobramentos comportamentais, visando também a qualidade de vida. “A iniciativa tem como ponto de partida a inter-relação entre o olfato e os demais sentidos no uso de métodos contraceptivos, bem como buscar respostas fisiológicas e comportamentais. O aroma marca momentos, nos transporta entre tempos e resgata emoções vividas – foi partindo da afetividade acerca do olfato que surgiu o Centro de Pesquisa do Olfato no final de 2021 e, consequentemente, esta parceria”, explica Cesar Veiga, Perfumista do Grupo Boticário.

A parceria do Centro de Pesquisa do Olfato (CPO) – iniciativa do Grupo Boticário dedicado ao estudo do sentido, por meio do desenvolvimento tecnológico e científico, com o objetivo fomentar e difundir conhecimento em torno do tema – faz parte de um projeto do Grupo para alavancar o potencial de pesquisa, desenvolvimento e inovação até 2023.

Como se candidatar

Para se candidatar, é preciso acessar o hotsite do edital até o dia 31 de março. A seleção será realizada em quatro fases. Na primeira etapa, o participante deverá enviar a documentação solicitada, que contempla: currículo lattes, carta de apresentação descrevendo a experiência em relação às qualificações básicas e preferenciais do programa, carta de recomendação profissional e um projeto na área de biotecnologia aplicada à saúde no tema de impacto dos métodos contraceptivos hormonais no olfato das mulheres.

As outras três etapas consistem em: pré-seleção com análise curricular e de documentação, e curadoria dos projetos do ponto de vista técnico e regulatório – feitas pelos especialistas do Programa Einstein de Inovação em Biotecnologia e do Grupo Boticário; além de banca final em formato presencial ou virtual, com 20 minutos para apresentação e 30 minutos para arguição.

Como parte da pesquisa translacional, isto é, visando levar os resultados do estudo ao mercado, o edital contempla também uma bolsa para o PhD. selecionado, capacitação na área de empreendedorismo em saúde e oportunidade para entender todas as etapas necessárias no desenvolvimento de um novo produto na área de biotecnologia.