Ícone acessibilidade

Acessibilidade

O futuro da beleza

território data driven

O Território Data Driven conta com a sinergia de diferentes elos da cadeia, desde o produto em P&D até tecnologia em TI.
Por meio da combinação entre inteligência artificial e big data, conseguimos captar e analisar informações de um grande banco de dados, fomentando inovações cada vez mais personalizadas e diferenciadas aos nossos consumidores.

Depois de mais de dois anos de desenvolvimento, o Grupo Boticário lançou os primeiros perfumes do mundo feitos com auxílio
de Inteligência Artificial (AI, na sigla em inglês) em parceria com a IBM e uma das principais fornecedoras de fragrância da rede,
a alemã Symrise. Através da conexão com parceiros globais, alcançamos a combinação perfeita entre cognição da máquina,
a alquimia do perfumista e dos experts em perfumaria do P&D do Grupo Boticário.

A precisão e capacidade de processamento de dados da inteligência artificial, somadas à sensibilidade do ser humano para dar
o toque final, levaram a criação de uma fragrância que realmente encanta o consumidor.

ideação

Uma vez ao ano, a diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento estimula os pesquisadores a participarem
de um dia inspirador, com muita imersão e experiências.

Os resultados são ideias de projetos de pesquisa para construir o futuro do Grupo Boticário. Essa Ideação é feita utilizando a metodologia do Design Thinking, uma abordagem que permite olhar para o cliente antes de inovar. Colaboradores de outras áreas ligadas à inovação também participam desse dia, como Marketing, Inovação de Canais, Tech, ESG, Consumer Insights e Design. Afinal, diferentes visões e perfis fomentam ainda mais a cocriação, que já faz parte do nosso DNA.

Após esse processo de Ideação, em um segundo momento, os pesquisadores são convidados a apresentar suas ideias de projeto no formato de pitch em um dia chamado Pitch Day.

processo de pitch

Se você encontrasse um investidor em um elevador e tivesse poucos minutos (apenas o tempo de subida/descida) para vender uma ideia, estaria pronto para esse desafio?

Esse é um formato de apresentação denominado elevator pitch (conversa de elevador). Inspirado no modelo de startups, a diretoria de P&D conta com o processo de pitch uma vez ao ano para avaliação das propostas dos projetos de pesquisa, visando garantir a melhor distribuição de investimentos na diretoria.

Como ocorre? O processo de pitch conta com rodadas de apresentações rápidas realizadas pelos pesquisadores para uma banca de avaliadores multidisciplinar e especialista. Durante o processo, os projetos são avaliados conforme critérios específicos alinhados à estratégia da empresa, como o Futuro da Beleza, OKR’s e visão do consumidor, garantindo uma atuação cada vez mais assertiva à visão de futuro e estratégia de inovação de produtos do Grupo Boticário.

parcerias e crowdsourcing

Aqui, no Grupo Boticário, nós buscamos soluções e oportunidades de parceria no ecossistema de inovação
e intermediamos o melhor modelo com as áreas internas do Grupo Boticário, para potencializar os recursos internos e a inovação.

Estamos em contato com o ecossistema de inovação, visando monitorar oportunidades aplicáveis ao Grupo Boticário para
que possamos oferecer, cada vez mais, tecnologias e produtos inovadores aos nossos consumidores. Atuamos com codesenvolvimento e parcerias que alavanquem a inovação em produtos, processos, novas metodologias e tecnologias.

Além disso, convidamos agentes externos à organização para trabalharem juntos em um problema previamente identificado.
Essa colaboração pode ser feita por meio de diversas ferramentas que promovam a troca de ideias entre os participantes,
como o lançamento de desafios, hackathons, editais e design thinking.

Inovação de Produtos:

Escute o podcast com Fernanda Angelucci,
responsável pela área de redes de inovação.

quem inova com o Grupo Boticário?

Corporações: fornecedores, empresas do mesmo setor, outros setores

Startups: incubadoras, aceleradoras

Crowd: hubs de inovação e público geral

Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs):
universidades e institutos de pesquisa

Governo: órgãos de fomento

cases inovação aberta

Embrapa – Projeto Belas Artes

O Grupo Boticário, em parceria com a Embrapa Agroenergia e apoio EMBRAPII, está desenvolvendo um projeto cujo objetivo é produzir corantes por via biotecnológica e buscar novas fontes de obtenção de cor através de microalgas, fungos e bactérias por processo fermentativo.

Suzano – Projeto para aplicação da lignina

A Suzano, referência na fabricação de bioprodutos a partir do cultivo de eucalipto, e o Grupo Boticário se uniram em uma parceria inédita. As empresas estão desenvolvendo uma nova aplicação para a lignina, que poderá ser usada para democratizar o uso de cosméticos, especialmente com foco para peles negras.

Parceria – UFPR

A UFPR é um parceiro estratégico para inovação. Um exemplo é o projeto com laboratório de biopolímeros para tecnologias em cosméticos. A parceria permitiu ceder em comodato um equipamento Zeta Sizer à UFPR, imprescindível na pesquisas de polímeros e nanotecnologia, com impactos positivos nas pesquisas das instituições.

Parceria – PUCPR

Desde 2016, participamos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), em parceria com a PUCPR. Essa parceria fornece oportunidade para estudantes vivenciarem desafios tecnológicos de Pu0026amp;D, participando de atividades, metodologias e práticas voltadas ao processos de inovação.

Parceria – UFSC

Desenvolvimento de um projeto em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) cujo objetivo é mapear as possibilidades de uso de biomassas provenientes de resíduos industriais do Grupo Boticário e outras indústrias para a extração e/ou conversão em compostos bioativos.

Braskem Labs

O Grupo Boticário cosponsor do Braskem Labs (programa de aceleração para empreendedores) avaliou startups e promoveu mentorias. A aceleração acontece com objetivos específicos e para incentivar o ecossistema, gerar impacto socioambiental e resolver desafios dos negócios que tenham o plástico ou a química como parte da solução.

iniciativas

programa de bolsas

Incentivamos a ampliação do número de profissionais qualificados em atividades de inovação no setor empresarial brasileiro, desenvolvendo projetos de inovação no Grupo Boticário. Atualmente esta iniciativa ocorre em parceria com o IEL, através do programa Talento Inovação e com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ambos focados no desenvolvimento profissional dos bolsistas.

I.A.R.A.® 2.0

Em parceria com a EMBRAPII e o SENAI, desenvolvemos uma metodologia que permite, em escala laboratorial e ambiente simulado, a avaliação da (bio)degradação de composições e ecotoxicidade de embalagens plásticas.

Você sabe para que serve a análise de ecotoxicidade? É uma importante ferramenta para auxiliar na seleção de matérias-primas no processo de formulação de produtos cosméticos. Assim, são desenvolvidos produtos mais sustentáveis e que gerem menor impacto ao meio aquático, acarretando menor risco para o meio ambiente, além de auxiliar na geração de indicadores de sustentabilidade.

Chamado 2030

O Chamado 2030 foi um crowdsourcing, desenvolvido internamente no Grupo Boticário, liderado pela área
de Inovação Aberta em parceria com demais stakeholders internos. Foi uma chamada para prospecção de soluções
inovadoras relacionadas a estratégia 2030 de sustentabilidade do Grupo Boticário. O objetivo era: prospectar soluções, fomentar
o ecossistema de inovação e dar visibilidade ao tema sustentabilidade e as iniciativas do Grupo Boticário.

Nossa meta era ajudar, de forma significativa, a solucionar os problemas ambientais e sociais envolvidos na gestão de resíduos de todo o Brasil. Pensando nisso, queríamos conhecer soluções relacionadas com nossos compromissos ambientais e sociais, relacionados com 6 ODS da ONU:

Perfumathon

Um “hackathon de perfumaria”, organizado pelo O Boticário (marca mãe do Grupo Boticário) e pela Aldeia Coworking. Durante dois dias, 60 jovens de todo o País se reuniram para resolver desafios da categoria de perfumaria propostos pela empresa.
Entre os desafios, um deles era construir uma proposta que pudesse “acabar com o modelo de negócio de perfumaria de O Boticário” e que obrigasse o Grupo a mudar totalmente a sua forma de vender perfume. Como resultado, tivemos 10 ideias de possíveis projetos a serem desenvolvidos pelo Grupo Boticário.

Eurekathon

Conectados a Uma Beleza de Futuro, patrocinamos o EUREKATHON da Unicamp em parceria com a Dow para
a Cocriação de Soluções Sustentáveis para a Perfumaria do Grupo Boticário. O Evento foi totalmente online
e aconteceu nos dias 23 a 25 de julho. Foram mais de 320 universitários inscritos, 34 equipes, 30 mentores
e 40 jurados. Tivemos representantes de 28 cidades representando 12 estados brasileiros e que desenvolveram
28 soluções incríveis! E esses jovens, futuros consumidores das marcas do Grupo Boticário, trouxeram vários insights relevantes
que podemos aproveitar no dia a dia!

propriedade intelectual e publicações

O Grupo Boticário também tem um olhar bastante estratégico para o tema de propriedade intelectual.

Incentivamos publicações de artigos científicos e depósitos de patentes, visando impulsionar e prestigiar
o desenvolvimento tecnológico, valorizando nosso capital intelectual. Como alguns exemplos, podemos citar:

Patentes

Recentemente, tivemos uma patente depositada referente a um kit de composição cosmética formadora de filme, presente nos batons Liptint do Grupo Boticário. Essa composição proporciona elevada aderência e conforto nos lábios, garantindo a completa resistência ao suor, à água, abrasão, refeições e à prova de beijos.

ÁLCOOL VÍNICO

E se uníssemos a sofisticação do vinho com a arte da perfumaria? Através de uma patente pioneira no Brasil, o Grupo Boticário inovou e trouxe o álcool vínico macerado em barril de carvalho francês para as fragrâncias de Malbec. O álcool vínico consiste em um álcool com um conceito diferenciado e um sensorial único. Esse álcool é um produto da fermentação da uva, seguido de purificação por destilação, e é utilizado em uma das patentes do GB em substituição total, ou parcial, ao álcool etílico convencional.

Além disso, ele possui um diferencial por conter substâncias residuais características da fermentação de uvas, conferindo um odor característico ao etanol e contribuindo para uma percepção sensorial olfativa surpreendente. A utilização do álcool vínico em perfumaria permite que se tenha um diferencial dentro do produto, trazendo exclusividade e encantamento aos consumidores da marca e um conceito inovador dentro da perfumaria.

Publicações

Em 2020, também tivemos a honra de publicar um artigo intitulado “Proteomics reveals that quinoa bioester promotes replenishing efects in epidermal tissue” na revista internacional Scientific Reports (revista da Nature Research) em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz e a Universidade Positivo. A publicação é referente a um estudo que avaliou a influência de um ativo produzido pelo Grupo Boticário, o bioéster de quinoa, na pele.

Esse estudo permitiu comprovar propriedades benéficas desse ativo, como por exemplo:

Prevenção do envelhecimento

Homeostase celular

Regeneração tecidual

Proteção contra radiação
ultravioleta e danos oxidativos

Já podemos ver esse composto e seus benefícios em diversos produtos do nosso portfólio, como na linha corporal de Nativa SPA. Em 2021, publicamos na revista Journal of Applied Toxicology o artigo científico intitulado “Integrated approaches to testing and assessment as a tool for the hazard assessment and risk characterization of cosmetic preservatives”.
Esse trabalho demonstra nossa preocupação com a utilização e avaliação de segurança de sistemas conservantes.

Ingredientes conservantes são frequentemente questionados por causarem riscos à saúde, como alergias, irritações na pele entre outros. Esse trabalho nos permitiu caracterizar a avaliação de risco de ingredientes e definir as melhores opções, limitando sua concentração, tipo de produto e público-alvo. Dessa forma, permite que a gente desenvolva produtos ainda mais seguros para nossos consumidores.