Nossas Pessoas
  • 13 DE MARÇO DE 2020

Nosso Jeito de

Ser e Fazer



A nossa história, enquanto Grupo Boticário, sempre foi pautada pelas mudanças e, principalmente, pelas necessidades do nosso consumidor. A maneira de criar e de testar nossos produtos, a forma como eles chegam ao cliente final, até este canal, que nasceu de uma revista interna e hoje, do nosso site, pode ser lida por todos os nossos públicos.

O nosso jeito de comprar, de trabalhar e de viver, muda e evolui a todo o momento. O que se mantém são os pilares nos quais acreditamos desde sempre: nosso propósito e nossa essência, ou seja: o Nosso Jeito de Ser e Fazer.
Para reforçar o que nos faz um grupo único, trazemos aqui o Nosso Jeito de Ser e Fazer traduzido em 5 essências que nos guiam para a prática do nosso trabalho. Mais do que ler e entender, essas essências existem para serem vividas diariamente por cada um de nós.

Brilho
no olho
é tudo_



O brilho dos nossos olhos reflete nos olhos dos nossos consumidores.

Brilho no olho é fácil de reconhecer. É a vontade de fazer a diferença. É acordar todos os dias querendo fazer o melhor pelo consumidor e pelo negócio. É buscar maneiras inovadoras de antecipar desejos e criar soluções para as necessidades dos consumidores. É encarar todos os desafios como oportunidades únicas para fazer os olhos dos consumidores brilharem.




FAZER
• Todas as ações devem começar com a pergunta: “que problema do consumidor vamos resolver?”
• Ter prazer em “gastar sola de sapato” para conhecer o consumidor e suas necessidades.

NÃO FAZER
• Perder de vista a meta, os processos, parceiros e toda a rede.
• Tomar decisões que não considerem o impacto no consumidor.

Somos

inquietos



Somos inconformados diante de tudo o que pode melhorar. Queremos estar na vanguarda da beleza.

Ser inquieto é de vez em quando dar um bom chacoalhão no status quo. É se perguntar: ok, é assim, mas precisa ser sempre assim? É saber que no Grupo Boticário são muitos projetos em busca de protagonistas e que um deles pode ser seu. É gostar de inovação, de novas experiências, de descobrir novas maneiras de fazer sempre melhor.

FAZER
• Estimular questionamentos de todos os níveis da organização.
• Mudar aquilo que vai gerar valor para o cliente.
• Questionar as ideias e não as pessoas.
• Investir tempo em entender razões e assim fazer bons questionamentos.
• Celebrar e reconhecer as conquistas com convite para novos desafios.


NÃO FAZER
• Mudar por mudar; questionar por questionar.
• Abrir mão de qualidade e segurança.
• Repreender ideias que incomodam.



Nutrimos
nossas
relações_



Ser cordial no dia a dia com nossos colegas, parceiros e consumidores é a fortaleza sutil que temos para a construção do longo prazo. Nutrir relações é o que nos une e o que nos torna cada dia mais fortes. É tratar cada um de nós com respeito e transparência. Conversar quando for preciso conversar. São as conversas mais abertas e francas que trazem os melhores resultados. Que nos fazem crescer como profissionais e como pessoas. Nutrimos boas relações porque é por meio das conexões que construímos o melhor ambiente de trabalho e uma empresa cada dia mais forte.



FAZER
• Ser cordial com foco no resultado.
• Alocar tempo para nutrir as relações.
• Dar feedback preciso e imediato.
• Estimular a diversidade e individualidade.
• Ter conversas difíceis para o bem das pessoas e do negócio.
• Valorizar as ideias e não os cargos.


NÃO FAZER
• Ser esnobe, ser submisso.
• Concordar com tudo.
• Envolver todo mundo o tempo todo.
• Deixar de se posicionar para não ficar mal na foto.
• Utilizar a hierarquia como argumento de decisão.
• ‘Matar’ o mensageiro.

Somos ágeis

Decidir e executar missões com agilidade através do exercício de autonomia, confiança e colaboração. Já parou pra pensar como ser ágil no dia a dia? Esteja sempre pronto para errar rápido e aprender rápido. Não comece sozinho, crie grupos, discuta as responsabilidades e objetivos e confie: histórias diferentes se complementam e chegam mais longe, mais rápido. Não quer dizer pressa, mas precisão e confiança. E aí, você é ágil?

FAZER
• Experimentar, errar pequeno e aprender rápido.
• Juntar-se para cocriar (e não para comunicar), deixando claro o problema.
• Incentivar a autonomia, definindo responsabilidades na partida.
• Comprometer-se, mesmo discordando.

NÃO FAZER
• Omitir-se das discussões.
• Usar a velocidade como desculpa para fazer mal feito.
• Prolongar discussões desnecessárias.
• Partir para solução antes de entender a causa-raiz.
• Reabrir a discussão antes do ciclo de experimentação.

Buscamos
sucesso
responsável



Temos responsabilidade sobre o impacto das nossas atitudes para o resultado da empresa e para a sociedade.

Sucesso responsável é quando o sucesso é para todos: empresa, colaboradores, parceiros e consumidores. É saber que dá para ser um grande grupo com grandes marcas sem esquecer dos detalhes que fazem o todo. É investir considerando cada um de nós e a sociedade em que vivemos.


FAZER
• Olhar nosso resultado sob 4 dimensões: empresa, colaboradores, parceiros e consumidores.
• Conduzir negociações ganha-ganha.
• Cuidar do dinheiro da empresa como se fosse meu.
• Considerar a sustentabilidade ambiental e social nas decisões que tomo.
• Não tolerar qualquer forma de preconceito.

NÃO FAZER
• Alcançar resultado a qualquer custo.
• Colocar os seus interesses pessoais em primeiro lugar.
• Ganha-ganha não é argumento para negociações ruins.
• Foco do longo prazo não pode comprometer o senso de urgência.

Esse é o Nosso Jeito de Ser e Fazer.
Ele se amplifica nas histórias reais, seja nas mais sérias ou nas mais divertidas, nas conversas no café ou nas reuniões, está na tradução que fazemos delas por meio de analogias, causos e metáforas. É o que direciona nossa estratégia e permite que a gente atinja sempre os melhores resultados.

Agora é hora de sair do texto para encontrar o seu papel transformador no Grupo Boticário.
É lembrar que a nossa essência muda tudo.


TAGS: #nossaspessoas #grupoboticario #5essencias #nossaessenciamudatudo #njsf