Ícone acessibilidade

Acessibilidade

4 de fevereiro de 2022

Grupo Boticário aumenta para 1.000 o nº de vagas da 2ª edição do Programa Desenvolve e firma parceria com Tech Girls

Social

Iniciativa da companhia busca  formar novos profissionais em tecnologia e contribui também para a inclusão de grupos minorizados no setor

Com objetivo de ampliar a diversidade de participantes da 2ª edição do Programa Desenvolve, o Grupo Boticário firma parceria com o Tech Girls, negócio de impacto ambiental que tem como missão romper com a pobreza intelectual, emocional e técnica de pessoas em vulnerabilidade social por meio de formação em tecnologia e capacitação em restauração de computadores  que iriam para o lixo. Por meio da parceria, os aparelhos recuperados pelo Tech Girls serão disponibilizados aos estudantes que não possuem equipamento e que participarão da 2ª edição do projeto de formação em tecnologia realizado pela empresa. 

Para o Grupo Boticário, a tecnologia é impulsionadora do desenvolvimento, assim como o  futuro depende da inclusão.

“Os notebooks restaurados deixam, portanto, de irem para o lixo a partir da troca de componentes. Essa é uma ação que une capacitação para mulheres de baixa renda no universo tech, geração de renda e economia circular, além de facilitar a participação de pessoas interessadas no Programa Desenvolve e que não possuem equipamento”

explica Daniel Knopfholz, vice-presidente de Digital & Tecnologia do Grupo Boticário.

http://Imagem%20do%20Daniel%20Knopfholz

A parceria do Grupo Boticário com o Tech Girls é fruto do “Chamado 2030” – iniciativa  realizada pela companhia no segundo semestre de 2021 com o objetivo de convocar ONGs, cooperativas, universidades, startups ou qualquer organização que atue com projetos inovadores para solucionar o impacto dos resíduos no mundo e a diminuição da desigualdade social nessa cadeia. 

“Esta parceria é mais uma iniciativa da nossa agenda ESG e está diretamente conectada aos 16 compromissos socioambientais que o Grupo assumiu por meio da plataforma ‘Uma Beleza de Futuro’. Como meta prioritária, nos comprometemos a mapear e a solucionar todo o resíduo sólido gerado na nossa cadeia, buscando formas inovadoras de economia circular. Mas, não podemos fazer isso sozinhos. O trabalho conjunto com o Tech Girls é, portanto, mais um passo rumo ao nosso propósito de transformar o mundo por meio da beleza, unindo a economia circular a uma ação de impacto social que transforma vidas por meio da capacitação”, ressalta Eduardo Fonseca, diretor de Assuntos Institucionais e ESG do Grupo Boticário.  

Gisele Lasserre, desenvolvedora de software, educadora digital e fundadora do Tech Girls também pontua sobre a importância da parceria. “Contribuir junto com o Grupo Boticário na transformação de vidas é gratificante. No Tech Girls vemos como é importante apoiar os alunos com a qualificação, e esse esforço conjunto para ressignificar um computador que seria descartado significa um novo passo na vida da mulher que o recuperou e, agora, uma nova oportunidade nas mãos dos alunos do Programa Desenvolve”.  

“Desenvolve” mais do que dobra o número de vagas

Com oferta de formação gratuita em tecnologia para pessoas em situação de vulnerabilidade que têm o sonho de iniciar uma carreira na área, mas que não têm condição de realizar cursos profissionalizantes ou que os capacitem a entrar no mercado de trabalho, o Programa Desenvolve está em sua segunda edição e atingiu recorde de inscritos. 

Mais de 20 mil pessoas se inscreveram para participar do projeto realizado pelo Grupo Boticário em parceria com o Instituto Grupo Boticário. Esse número é três vezes maior em comparação à 1ª edição, realizada em 2021, alcançando número recorde de interessados entre todos os programas já realizados pela companhia, incluindo de estágio e trainee. “Devido à alta procura, o Grupo decidiu ampliar o número de vagas do programa, passando de 400 (quantidade definida) para 1.000”, comemora Knopfholz.

Os cursos são ministrados pela escola de tecnologia Alura e estão divididos em: formação de desenvolvedores em Full Stack, analista de Dados e Devops. Para as turmas deste ano, cerca de 80% dos participantes são pessoas que se declaram do gênero feminino e/ou negras, 30 estudantes são 50+, 31 pessoas não binárias ou transgênero e 9 estão em situação de refúgio no país. Além disso, cerca de 60% das vagas são ocupadas por pessoas com renda acima de R$600 e abaixo ou igual a R$1.100.

Os alunos do programa têm ainda a possibilidade de concorrer a uma posição no Grupo Boticário a partir dos três primeiros meses de formação.  A companhia irá contratar, com salário integral, 40 alunos que se destacarem ao longo do “Desenvolve”. As posições são para meio-período, possibilitando a continuidade dos estudos.

Sobre o Tech Girls

Criado em 2017, o Tech Girls é um negócio de impacto ambiental que tem como missão romper com a pobreza intelectual, emocional e técnica de pessoas em vulnerabilidade social, por meio de formação em tecnologia. Por meio de uma metodologia própria, capacita mulheres e torna acessível o conhecimento em tecnologia, auxiliando na criação de negócios digitais, autonomia para o uso pleno de computadores e celulares e acesso ao mercado de trabalho em TI. O Tech Girls já transformou diretamente mais de 500 vidas femininas, promovendo impacto positivo em centenas de famílias e comunidades de Curitiba e região metropolitana e, atualmente, vem estabelecendo parcerias para promover a capacitação e inclusão de mulheres no mercado de tecnologia em todo o Brasil. Mais informações em https://techgirls.com.br

Quer receber as novidades do Grupo Boticário no seu e-mail?